Área Restrita

Colaboradores do Athenas participaram do Projeto 300

01/03/2016
Notícias
Institucional

 

No último dia 27 de fevereiro (sábado), coordenadores pedagógicos, coordenadores de curso e professores da FAMETA, FAPAN, FAP, UNIJIPA e FSP participaram do Projeto 300, curso de formação continuada ministrado pelos professores Ricardo Fragelli e Thaís Fragelli (UNB), através de palestras e oficinas. As atividades aconteceram no Campus I da Faculdade Panamericana de Ji-Paraná (UNIJIPA), durante todo o dia.

 

“O projeto 300 consiste em uma metodologia inovadora de ensino, que busca a partir da aprendizagem ativa e colaborativa melhorar o desempenho acadêmicos dos estudantes. O projeto Trezentos foi fruto do meu trabalho e garantiu à UnB o Prêmio Santander Guia do Estudante — Destaques do Ano de 2015.”, explicou Fragelli.

 

A colaboradora do Athenas Grupo Educacional, Luci Catellane, relatou sobre os acontecimentos envolvidos no projeto. “Pela manhã aconteceu a palestra na qual o professor Fragelli explicou a metodologia, objetivos e apresentou resultados do projeto, já no período da tarde aconteceu a oficina que teve como proposta trabalhos que grupos que simularam a metodologia aplicada no projeto. O evento é uma ação de formação continuada aos docentes buscando a aprendizagem ativa de seus estudantes, a qual é um compromisso do grupo Athenas.”

 

Já o Diretor Pedagógico do Athenas, Prof.º Edimar Sartoro, fez as considerações finais. "Fragelli desenvolveu diversos projetos que o ajudam nesse trabalho de motivar os estudantes, sendo o mais recente o método dos 300, que tem como tema o mito dos 300 de Esparta, em que os estudantes que se saem bem na primeira avaliação do semestre ajudam os que tiveram notas mais baixas e também ganham pontos por esse auxílio. Foi uma tarde muito proveitosa, aprendemos, trocamos experiências e aproveitamos ao máximo a presença dos professores. Em nome do Athenas Grupo Educacional eu agradeço a presença de todos, a colaboração do Setor de Comunicação do Grupo na elaboração do material visual e por cobrir o evento, e pela visita do Prof.º Fragelli. Sem sombra de dúvidas esse curso irá gerar ótimos resultados para todos nós.”, finalizou Sartoro.

 

 

Galeria

Veja Também

12/03/2012
Institucional

crimes-virtuais-podem-ser-adequados-ao-codigo-penal

  Parlamentares analisam projetos que enquadram no Código Penal crimes pela internet. As pessoas que utilizam as redes sociais na internet estão na mira dos parlamentares. Só no Senado, tramitam três projetos para adequar o Código Penal, incluindo o uso dessas ferramentas para denegrir a imagem de pessoas. Pelo menos três deles tratam especificamente da questão. Um outro projeto, de autoria da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia, foi aprovado em 2011 e está na Câmara a espera de deliberação. O projeto permite que policiais se infiltrem em redes sociais para mapear pedófilos que utilizam essas ferramentas no aliciamento de menores. No caso de crimes como constrangimento...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem