Área Restrita

Alunos de Engenharia Civil da Fameta participam do ENEC 2018

10/04/2018
Notícias
Graduação

Entre os dias 03 e 06 de abril, os alunos do 3º e 5º período de Engenharia Civil participaram do Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Civil (ENEC) 2018, realizado no Rio de Janeiro (RJ). Durante o evento, os acadêmicos representaram a Fameta e o Estado do Acre, já que foi a única turma desse curso cadastrada no encontro.

 

“O Encontro Nacional de Estudantes de Engenharia Civil é realizado anualmente, sendo cada edição em um lugar diferente do país. Sem fins lucrativos e com o objetivo de conectar congressistas de todas as regiões do Brasil, o ENEC promove uma troca de culturas e contatos para criar experiências surpreendentes e compartilhar conhecimentos. Além disso, buscando sempre aumentar o contato dos congressistas com as diversas áreas da engenharia civil e com novas tecnologias, o ENEC possibilita a interação entre estudantes e profissionais respeitados da área”, relatou o coordenador do curso, Prof. Antonio Rodrigues.

 

Participações em eventos como esse, colaboram para os que os acadêmicos aprimorem os conhecimentos, interajam com profissionais e alunos de outras regiões do país, além de conhecer ainda mais o mundo da Engenharia Civil e terem uma experiência incrível através das palestras, cursos, visitas técnicas e competições voltadas ao curso. A Fameta acredita num ensino baseado nas metodologias ativas, que tem como objetivo de aprofundar o conhecimento dos acadêmicos através de aulas práticas, do incentivo a pesquisa acadêmica e da participação em eventos assim. Parabéns aos alunos pela participação!

 

Fameta, transformando pela educação.

Galeria

Veja Também

24/03/2015
Graduação

Palestra para acadêmicos de Educação Física da FAMETA abordou o Tênis de Mesa

Na última quinta-feira (12), o Profº de Educação Física André Balint, de Itapetininga (SP), Técnico da Seleção Paulista de Tênis de Mesa, ministrou no auditório da Faculdade Meta (FAMETA), uma palestra sobre o Tênis de Mesa e o mercado de trabalho para os profissionais de Educação Física. O trabalho foi apresentado aos acadêmicos do curso de Educação Física da instituição

12/05/2015
Institucional

Em 200 anos, português `brasileiro` pode se tornar língua autônoma; entenda

A possibilidade de ser simples, dispensar elementos gramaticais teoricamente essenciais e responder “sim, comprei”, quando alguém pergunta “você comprou o carro?”, é uma das características que conferem flexibilidade e identidade ao português brasileiro. A análise de documentos antigos e de entrevistas de campo ao longo dos últimos 30 anos está mostrando que o português brasileiro já pode ser considerado único, diferente do português europeu. O português brasileiro ainda não é, porém, uma língua autônoma: talvez seja – na previsão de especialistas, em cerca de 200 anos – quando acumular peculiaridades que nos impeçam de entender inteiramente o que um nativo de...

Comentários

CAPTCHA Image
Recarregar Imagem